Vigésimo terceiro dia de meditação do mês de São José

Sagrada família 1

Clique aqui e faça a oração inicial para todos os dias do mês de março.

Oremos pedindo perdão de nossas dissipações.

São José vivia no recolhimento

Recolher-se é ocupar-se em ver a Deus no íntimo da consciência e esforçar-se por não deixá-lo só, oferecendo-lhe tudo o que se faz: São José avançava todos os dias nesta vida de união interior com Deus; nunca se julgava só e se lhe houvessem perguntado alguma vez: em que pensais? Ele teria respondido sempre em Deus. Felizes as almas que, à força de atenção sobre si mesmas, vivem esta vida preciosa!…

Acostumai-vos a isto, e destinai hoje alguns minutos que empregareis todos em contemplar a Deus habitando em vossa alma como numa mansão que lhe pertence. Não consistais nada nessa alma que ofenda-lhe as vistas e o force a queixar-se de vós.

EXEMPLO

“O Propagador da Devoção a São José”, em seu número de Outubro de 1871, publicou a seguinte comunicação que lhe foi dirigida por um grupo de pessoas piedosas residentes em Nice, costa do sul da França.

“É com o maior contentamento que vimos hoje satisfazer uma dívida de gratidão contraída com São José este Poderoso Protetor nos valeu de um modo evidente. Durante a guerra contra a Prússia, quando era geral a consternação e as famílias viviam na ansiedade e na angústia, muitos de nós não tinham um instante de sossego: estavam nas fileiras do exército irmãos e sobrinhos nossos, expostos ao ferro e ao fogo dos prussianos. Estabelecemos uma liga de orações em honra de São José, prometendo que, se os nossos parentes, em número de dezesseis, que se achavam então em presença do inimigo, voltassem todos sãos e salvos, nós daríamos publicidade ao fato e nos empenharíamos cada vez mais na propagação do culto de São José. O Santo Patriarca ouviu os nossos rogos: “Nenhum dos nossos parentes que tomaram parte na campanha, sofreu o mais leve ferimento.”

Confiemos a São José o cuidado de guardar os nossos irmãos contra os golpes de seus inimigos.

Obs.: Trecho retirado do livro “Mês de São José” do Mons. José Basílio Pereira, 1948. O livro pode ser baixado no blog alexandriacatólica.

Sobre Débora Maria Cristina

email para contato: aformacaodamocacatolica@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: