Duodécimo dia de meditação do mês de São José

8

 

Clique aqui e faça a oração inicial para todos os dias do mês de março.

Oremos para que as pessoas que temos distinguido com a nossa amizade sejam ou se tornem bem piedosas.

São José tinha uma ternura toda particular por Jesus

É que conhecia quem era esse Menino muito amado, Jesus parecia pequeno, fraco e ocultava, sob tais aparências, sua força, seu poder, sua majestade! Quanto mais José o contemplava e estudava, mais sentia-se transportado de admiração diante de tanta bondade para com os homens. Havia horas em que o Santo Patriarca se teria prostrado aos pés da celeste criança chamando-a seu Deus! Outras em que ficava como aniquilado, sem poder proferir uma palavra; era quando Jesus dizia: Meu Pai!

Modelo de minhas comunhões, ó São José, comunicai-me Vosso respeito, Vosso amor, tão terno e tão ardente por Jesus… Eu tenho o mesmo Deus que vós!

EXEMPLO

A Sra. de La Peltrie, cujo nome figura brilhantemente nos fatos da caridade católica, tendo lido a relação de uma importante missão que os Padres Jesuítas haviam dado entre os selvagens do Canadá, sentiu vivos desejos de concorrer também para a salvação daqueles pobres infiéis. Quando pensava nos meios de realizar sua intenção, foi atacada de uma grave moléstia, que os médicos não conheceram e da qual a desenganaram. Nesse perigo, recorreu a São José e fez voto de, se recobrasse a saúde, fundar e dotar, à sua custa, uma casa de educação cristã para as meninas daquela região em que principiava a ser pregado o Evangelho. Quase instantaneamente o mal desapareceu, pelo que, perguntando o médico surpreendido o que é que acontecera, a piedosa senhora respondeu-lhe espirituosamente: “Doutor, as minhas dores partiram para o Canadá.” Fiel a seu voto, acompanhando as ursulinas que em 1639 embarcaram para Quebec, mandou ali edificar um mosteiro em que se recebessem aos jovens canadenses, e veio a ser sua primeira superiora. Teve depois uma visão em que lhe foi anunciado que São José seria o protetor especial da Nova-França, o que mais tarde se realizou por aclamação pública, verificando-se ainda hoje que não há nenhum país católico em que se celebre com maior solenidade que ali a festa do Santo Patriarca.

Roguemos a São José pela prosperidade e santificação dos povos, entre os quais está mais propagado o seu culto.

Obs.: Trecho retirado do livro “Mês de São José” do Mons. José Basílio Pereira, 1948. O livro pode ser baixado no blog alexandriacatólica.

Sobre Débora Maria Cristina

email para contato: aformacaodamocacatolica@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: