Décimo quarto dia de meditação do mês do Sagrado Coração de Jesus

a formação da moça católica dia 14

Clique aqui e faça a oração preparatória para todos os dias.

Oremos pelos pobres pecadores endurecidos. Pai Nosso, Ave Maria, Glória, e a jaculatória: “Coração de Jesus, que tanto nos amais, fazei que vos amemos cada dia mais.”

Jesus e o bom ladrão

Toda a vida mortal de Jesus pode reduzir-se a uma só palavra: “misericórdia”. Não é também isto o que resume a sua vida eucarística? Nunca repelia ninguém. – Ia sempre ao encontro dos pecadores. – Intercedia sempre por aqueles mesmos que o magoavam: e, desde que via numa alma a menor vontade de voltar ao bom caminho, usava para com ela de tais cuidados e carinhos, que, diz um Santo, quase faz inveja o ser pecador. – O ladrão pendente de uma cruz, reconhece o seu crime, e restando-lhe apenas alguns momentos de vida, ouve estas consoladoras palavras: “Hoje estarás comigo no Paraíso.” Oh! Dizei-me também estas palavras, meu Jesus!

Confessar-me-ei com mais cuidado.

Exemplo

O Mensageiro do Coração de Jesus de setembro de 1880 menciona a seguinte conversão sucedida na Bélgica: “Um médico rico e conhecido, que casara com uma senhora idosa, de há muito desprezara os seus deveres religiosos, e às exortações da consorte para que voltasse a Deus, respondia ser mais católico que muitos outros, fiel a seus deveres de família e generoso com os pobres. Na guerra de 1870, ele sustentará a suas costas uma das principais ambulâncias belgas, e enviara socorros a Metz e Sedan, sem querer por isso nenhuma indenização; tratava e fornecia remédios gratuitamente aos pobres da aldeia em que estava situada a sua quinta. Depois de passados assim 20 anos, sobrevieram-lhe repetidos revezes que o arruinaram; mas com eles, em vez de se voltar para Deus, mais infenso à religião se mostrava. Aos desgostos pelo abandono em que os amigos de outrora o deixavam, associou-se uma grave enfermidade. A família então juntou-se toda a trabalhar por convertê-lo, e nessa intenção se fizeram orações e promessas, celebraram-se missas, e começou-se uma novena de primeiras sextas-feiras. Em outubro piorou muito; alguns Padres o visitaram, a quem recebeu com polidez, mas recusando o socorro de seu ministério. Aceitou afinal um belo Cristo que mandou colocar perto de si, mas declarando que, munido deste sinal de Redenção, não precisava de intermediários entre Deus e sua alma. A moléstia progredia, e o assistente a dizia já no termo; nesse tempo, uma sua tia, Religiosa do Sagrado Coração, mandou-lhe uma imagem, abaixo da qual estava escrita uma fórmula de consagração, e pediu que com a esposa a receitasse durante uma novena das 1ªs sextas-feiras.

Deu-se isto numa quinta-feira à tarde, e no dia seguinte o doente anuiu ao pedido, e recitou com sua mulher a pequena oração. A noite que se seguiu foi má, e a boa cristã, ao amanhecer, estando só com o marido, lembrou-lhe o dever de passar seriamente na eternidade: ele calou-se por instantes, e perguntando o que julgavam do seu estado os médicos, a resposta de que o consideravam gravíssimo, disse: “Mande chamar o Padre, porque eu quero morrer como perfeito cristão”. Devidamente preparado, recebeu com devoção os últimos sacramentos; Ao chegarem os médicos e amigos, contrários às práticas religiosas, perguntando-lhe surpreendidos, se não se impressionara, respondeu: “Sinto-me feliz, só quero agora ocupar-me das coisas do céu”. Quando o cercavam as pessoas piedosas da família, queria que lhe recitassem jaculatórias e pedia perdão a todos dizendo: “Logo que estiver no céu, farei por vós o que não pude na terra onde tudo me saiu mal”. Os próprios criados exclamavam admirados: “É um milagre! O amor a pedir perdão! Morre como um santo! Não foi em vão que tanto se rezou por ele!” falava da morte com alegria, e fez suas disposições, querendo um enterro pobre, e sepultura no cemitério da aldeia, que era sagrado. E morreu, exclamando: “Eis o caminho do céu! Como é belo!”

Obs.: Trecho retirado do livro “Mês do Sagrado Coração de Jesus” do Padre José Basílio Pereira, que pode ser baixado no blog alexandriacatolica.blogspot.com

Sobre Débora Maria Cristina

email para contato: aformacaodamocacatolica@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: