Segundo dia de meditação do mês do Sagrado Coração de Jesus

aformaçãodamoçacatólica2

Orações para todos os dias, clique aqui

Oremos pelas almas que estão em pecado e não pensam em se confessar. Pai Nosso, Ave Maria, Glória, e a jaculatória: “Coração de Jesus, que tanto nos amais, fazei que vos amemos cada dia mais.”

Jesus e Lázaro

De pé, junto do túmulo do amigo, Jesus está chorando… Ó Jesus, muito amor tendes vós aos vossos amigos! Quanto me enternecem as vossas lágrimas! Como demonstram a ternura do vosso piedosíssimo Coração! Elas suscitam em mim uma recordação que me punge e ao mesmo tempo me comove: a daqueles dias em que, morta a minha alma à graça, ainda corríeis, a vê-la e choráveis sua sorte… O meu Anjo da Guarda, testemunha de vossas lágrimas, dizia, lembrando a observação dos judeus: “Como Jesus ama esta alma!” Agradeço-vos, meu Deus, a vossa imensa bondade! Lázaro seguiu-vos, do mesmo modo quero que todas as faculdades de minha alma, que todo o meu ser, sejam empregados em vosso serviço e para começar já hoje.

Serei fiel em cumprir os meus deveres para agradar a Deus.

Exemplo

Em Lyão, refere o Padre Trouiller em 1893, um chefe de família, arredio das práticas religiosas desde muitos anos, achava-se gravemente enfermo. Atacado como fora de uma apoplexia, propôs-lhe um dos parentes que aceitasse a visita de um Padre. Irritado, respondeu que não. Repetindo-se o ataque, um amigo esforçou-se por trazê-lo a melhor resolução: retorquiu vivamente que não lhe falasse mais no assunto, sob pena de brigarem. Entretanto, os progressos do mal eram rápidos, e o perigo iminente. A família então, angustiada, recorreu ao Coração de Jesus, refúgio dos pecadores e abismo de misericórdia.

O enfermo acabava de sofrer terceiro ataque. Deram-lhe um escapulário do Sagrado Coração, que tocara em Paray uma das mais preciosas relíquias de Margarida Maria, e uma pessoa que o doente prezara teve a inspiração de trazer a vê-lo um Sacerdote que ele conhecia e estimava. Com surpresa de todos, a visita foi logo aceita, e depois de longa conferência, o Padre retirava-se, declarando que o seu penitente podia receber os últimos sacramentos.

No dia seguinte (uma quinta-feira Santa), a zelosa senhora que oferecera o precioso escapulário, voltando a visitar o remisso, encontrou-o sentado numa poltrona, tendo nas mãos um livro de orações que recitava devotamente. Uma bem ornada mesa esperava a Sagrada Eucaristia que, dentro de poucos instantes, viria encher de graças a alma do pobre pecador. E com a saúde espiritual, o Coração de Jesus restituiu-lhe a saúde do corpo.

Obs.: Trecho retirado do livro “Mês do Sagrado Coração de Jesus” do Padre José Basílio Pereira, que pode ser baixado no blog alexandriacatolica.blogspot.com

Sobre Débora Maria Cristina

email para contato: aformacaodamocacatolica@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: